G-HISTORY

1 dos melhores forums antigos!!!
 
InícioPortalGaleriaBuscarRegistrar-seConectar-seRádio Teko

Compartilhe
 

 Não sei, amor, sequer, se te consinto

Ir em baixo 
AutorMensagem
Aguia vermelia
Admin
Aguia vermelia

Masculino
Número de Mensagens : 258
Idade : 45
Localização : londres
Emprego/lazer : seguranca
Humor : nao tenho
Data de inscrição : 28/08/2007

Não sei, amor, sequer, se te consinto Empty
MensagemAssunto: Não sei, amor, sequer, se te consinto   Não sei, amor, sequer, se te consinto Icon_minitimeQui Ago 30, 2007 8:55 am

Não sei, amor, sequer, se te consinto
ou se te inventas, brilhas, adormeces
nas palavras sem carne em que te minto
a verdade intemida em que me esqueces.

Não sei, amor, se as lavas do vulcão
nos lavam, veras, ou se trocam tintas
dos olhos ao cabelo ou coração
de tudo e de ti mesma. Não que sintas

outra coisa de mais que nos feneça;
mas só não sei, amor, se tu não sabes
que sei de certo a malha que nos teça,

o vento que nos leves ou nos traves,
a mão que te nos dê ou te nos peça,
o princípio de sol que nos acabes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Não sei, amor, sequer, se te consinto
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G-HISTORY :: ..::Poemas,Quadras,Poesia,Romence & Amor::.. :: Amor-
Ir para: